5 de abril de 2017

uma epígrafe de Jorge de Lima

«Que culpa temos nós dessa planta
da infância, de sua sedução, de seu viço
e constância?»



(in Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar)


Sem comentários:

Publicar um comentário